Click here for Myspace Layouts

quinta-feira, 6 de maio de 2010

O Que é o Tempo?

Por Anderson Araújo

Santo Agostinho, um filósofo cristão, elabora um pensamento divertido e interessante sobre o TEMPO. Primeiramente, Agostinho se faz a seguinte pergunta: “O que fazia Deus antes de criar o céu e a terra?” Através dessa pergunta o filósofo chegou a soluções geniais, que se tornaram muito famosas.


Antes de Deus criar o céu e a terra não havia tempo e, portanto, não se pode falar de um “antes” antes da criação do tempo. O tempo é criação de Deus e, por isso, a pergunta proposta não tem sentido. Mas, vamos insistir com Agostinho, então, o que é o tempo?


O tempo implica passado, presente e futuro. Mas o passado não é mais e o futuro não é ainda. E o presente, diz Agostinho, “se fosse sempre e não transcorresse para o passado, não seria mais tempo, mas eternidade”.


Para Agostinho, o tempo existe na mente do homem, porque é na mente do homem que se mantém presentes tanto o passado como o presente e o futuro. E de qualquer forma, é na nossa mente que se encontram esses três tempos, que não são vistos em outra parte: o presente do passado, que é a memória; o presente do presente, isto é, a intuição; o presente do futuro, ou seja, a espera.


Os sábios e os filósofos nos ensinam que a qualidade de vida depende da nossa capacidade de aproveitar o tempo. Ou seja, vive melhor quem sabe aproveitar o seu tempo.


Os antigos diziam uma frase em latim muito interessante sobre isso: “Carpe diem”, que significa: “Aproveite o seu dia”, “Aproveite o seu tempo”. Mas aproveitar o tempo, ou aproveitar o dia, é fazer sempre o que gostamos? Parece-me que aproveitar o tempo é fazer o que é necessário fazer em cada momento. Pois, a pessoa que deixa tudo para a última hora sofre tentando manipular o tempo. Logo, não vive bem. Carpe diem!

3 comentários:

enzo disse...

demais esses três tipos de presente!
agostinho é fodaaaaaa!

abraço anderson!
(chegaram os livros?)

Anderson disse...

Enzo, poeta! Pensar os três tempos como "presente" é fantástico mesmo. Não há passado, nem futuro, só presente. Mas o presente nos escapa sempre.
Os livros chegaram! "Conto de facas".

Anônimo disse...

O tempo não têm uma certa explicação para o ser humano , mais vamos questionar , foi Deus que criou o mundo , e antes da criação do mundo , não havia tempo , mas seguindo os pensamentos de Santo Agostinho, o nosso tempo coloca-se como passado, presente e futuro, concordando com Santo Agostinho "o tempo existe na mente do homem" , o tempo está em cada um de nós , depende do nosso ponto vista, mais está em nós . (João Pedro Camargos , 2º ano C )