Click here for Myspace Layouts

quarta-feira, 21 de abril de 2010

"Liberdade a qual tardia entretanto"

Por Anderson Araújo

Liberdade – essa palavra que o sonho humano alimenta: que não há ninguém que explique,
e ninguém que não entenda". (Cecília Meireles)

Liberdade, palavra tão empregada por todos, sobretudo, adolescentes. Um sonho, uma dádiva, uma conquista e, um problema.

É sempre problemática toda discussão em torno do que seja a liberdade. Na cabeça de todo adolescente e de muitos adultos é comum a ideia de que "liberdade é fazer tudo o que se quer" - Essa LIBERDADE ABSOLUTA parece rimar com ABSURDA quando diz respeito a seres humanos. Parece coisa de deuses. Ora, você PODER fazer tudo?

Primeiro, a vida em sociedade seria impossível. Pois, a liberdade absoluta de uma pessoa acabaria comprometendo diversas liberdades. Segundo, não haveria graça alguma "poder fazer tudo". O prazer e a alegria dos nossos sonhos e projetos estão justamente na busca por eles, na luta e nos desafios enfrentados por eles.

Na minha adolescência eu demorei a compreender o que o filósofo Jean-Paul Sartre disse sobre a liberdade. A sua famosa frase é: "A existência precede a essência". Isso quer dizer o seguinte: a nossa existência é sempre algo em movimento, que pode ser mudado, que pode ser transformado, e é nisso que está a nossa liberdade. Não temos uma essência que determina a nossa existência.

Além disso, deve-se ter em mente que ao se falar em liberdade, fala-se em ESCOLHAS. A possibilidade de escolher que vai determinar se o nosso comportamento é livre ou não. Assim, ainda que não possamos realizar muitas de nossas escolhas, o fato de poder escolher já é indício e marca da nossa liberdade. Não escolhemos os contratempos, as barreiras do caminho a ser trilhado. Continuamos livres, ainda que uma pedra no meio do caminho impeça a nossa passagem. Poder escolher é uma coisa. Poder realizar as nossas escolhas já é outro assunto.

E ainda precisamos pensar sobre a ideia de que "DISCIPLINA É LIBERDADE", verso presente numa das belas canções do Renato Russo.

Nenhum comentário: